Concurso Cisam – UPE 2014




Foi reaberto na última segunda-feira (1º), após um ano fora de funcionamento, o Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros da Universidade de Pernambuco (Cisam/UPE), na Encruzilhada, Zona Norte do Recife. O Governo do Estado investiu cerca de R$ 15 milhões para realizar a primeira grande reforma das instalações e melhorias. A solenidade de reabertura será a partir das 8h30 e conta com a presença do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Para suprir a demanda da maternidade do Centro, foi autorizada a realização de um concurso com 107 vagas de diversas áreas.

A requalificação incluiu a substituição de toda estrutura da coberta e telhado, além do serviço de substituição da rede elétrica interna e externa, incluindo nova sub-estação, hidráulica, dados e voz, incêndio e climatização da unidade. Também foram concluídas a Casa da Mulher e a Unidade de Terapia Intensiva, voltada à mulher gestante.

Com a reforma, que começou no dia 17/10/12, para adequação da unidade a Resolução da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (RDC) 50, o Cisam/UPE voltará a ter atendimento pleno como hospital universitário e com capacidade de realizar mais de 300 partos de riscos por mês, além dos procedimentos de ginecologia e dos recém-nascidos que precisam de terapia intensiva ou semi-intensiva.

O Governo do Estado também autorizou a Universidade a realizar concurso público, divulgado através da portaria conjunta SAD/UPE no 60, de 13 de junho de 2012, para contratação de 107 profissionais de diversas áreas (médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem), todos para a maternidade.

LEITOS – A reforma favoreceu a ampliação de alguns serviços e a abertura da UTI materna, com sete novos leitos, além da adequação da urgência obstétrica com a classificação de risco.

O bloco cirúrgico e sala de parto foram todos reformados e requalificados de acordo com as normas da RDC 50, favorecendo uma melhor assistência ao parto natural e individualização dos leitos visando a privacidade das mulheres, bem como a o ensino da graduação e pós-graduação.

Fonte: jconline.ne10.uol.com.br


Por Marcos Eduardo